A FLEXIBILIZAÇÃO DO LOCKDOWN EM PORTUGAL


O estado de lockdown em Portugal será flexibilizado a partir do 15 de março. A medida mais restritiva entrou em vigor no dia 22 de janeiro e, desde então, as atividades em escolas, ginásios e comércios em geral foram suspensas. Depois de quase 2 mês do início, o número de contaminações reduziu e o Governo reavaliou as medidas restritivas.


O novo decreto aprovado pelo Governo prevê um plano de flexibilização, que ocorrerá em quatro fases com um intervalo de 15 dias entre cada uma, a fim de avaliar os impactos das medidas e a evolução da pandemia. Está previsto:


- A partir de 15 de março: retomada presencial das atividades educativas e letivas da pré-escola e do 1º ciclo, bem como a reabertura de creches; retomada das atividades do comércio de bens não essenciais com entregas em domicílio ou no modo click and collect; restaurantes e similares poderão disponibilizar bebidas em take-away, sendo que a venda de bebidas alcoólicas fica proibida entre 20h e 6h, mesmo em estabelecimentos de comércio a retalho, supermercados e hipermercados; reabertura de salões de cabeleireiro e similares, de comércio de livros, de suportes musicais e de automóveis; retomada dos serviços imobiliários; reabertura de bibliotecas, parques, jardins e espaços verdes.


- A partir de 5 de abril: retorno às atividades presenciais do 2º e do 3º ciclo do ensino básico; reabertura de museus, galerias de arte, palácios e similares; reabertura de lojas de até 200 m² com porta para a rua, de feiras e de mercados não alimentares (decisão municipal); retomada de atividades físicas e treinos desportivos com até 4 pessoas e atividades individuais em ginásios.


- A partir de 19 de abril: retorno às atividades presenciais do ensino secundário e superior; reabertura de cinemas, teatros e similares, de lojas de cidadão, de todas as lojas e centros comerciais, de restaurantes, cafés e pastelarias; realização de casamentos e batizados com 25% de lotação.


- A partir de 3 de maio: aumento do limite de número de pessoas em restaurantes, cafés e pastelarias, bem como em eventos exteriores e interiores, também em casamentos e batizados, porém, sem atingir a lotação máxima; realização de atividades físicas e treinos desportivos individuais e coletivos, inclusive em ginásios.


O desconfinamento deve ser feito de maneira responsável, sem abandonar as medidas de proteção, como o uso de máscaras, a higienização das mãos e a desinfeção dos estabelecimentos que serão reabertos. A Fast Cleaning contribui para a retomada segura das atividades em Portugal. Realizamos serviços de limpeza profissional e atendemos residências, condomínios, comércios, cafés, ginásios, escolas, hotéis, entre outros. Entre em contacto conosco agora mesmo e contribua para que o regresso às atividades ocorra com segurança. Não espere para agendar o seu horário!



Redação: Juliana Belga - Intertexto

0 comentário